A rotina com um bebê: segundo mês

As visitas desistiram de querer me ajudar. Quando o bebê dorme, eu preciso dormir, e não consigo dormir sabendo que tem visita. Quando ele acorda, não há nada que ninguém possa fazer, é peito e nada mais. Fim de papo.

O marido voltou a trabalhar, isso significa que, de alguma forma, eu preciso fazer a comida chegar até minha boca por conta própria. Fudeu! A rotina ficou assim:

06:00 Acordo com um cutucão do marido no meu pé. “O que você está fazendo no sofá?” Caralho, o que eu estou fazendo no sofá? Bom dia pra você também, querido. Não faço ideia da hora em que adormeci ali, mas lembro de ter assistido a partes do Jô, ao Corujão do Esporte e ao pedaço de algum filme na Globo. Isso significa que o bebê havia acordado três vezes aquela noite. E que da última vez eu dormi sem querer enquanto amamentava no sofá.

Não amamento mais na cama para o marido poder dormir melhor porque precisa trabalhar cedo. E porque na sala, teoricamente, eu posso acender a luz e ligar a TV, para me manter acordada e evitar fazer exatamente o que eu havia feito: dormir sentada com o bebê no colo e ser acordada com um cutucão mau humorado no pé. Fail.

Meu marido prepara meu café e durmo como ali mesmo, antes que o filhote acorde. Mas ele acorda. Troco fralda aos tropeços e volto pra sala que nem bola de pinball, topando em todas as paredes. Ponho o neném pra mamar. Agora não parece mais que ele vai sugar minha alma, a pega já está certinha e já consigo deixar uma mão livre para comer.

Tudo parece certo quando, de repente, o neném vomita. Não é golfada, é vômito mesmo. Leite pra todo lado. Molha a minha roupa, minha calcinha, o sofá e o chão. Ah, e a roupa do bebê também. Vai o pai limpar a criança e a mãe se trocar. Alguém liga pra pediatra. Ela fala algo sobre meu consumo de leite. Tinha comido queijo provolone. Certo, não como mais! Esse menino deve ser intolerante à lactose.

O marido está atrasado, mas aproveito que ele está com o bebê para poder ir ao banheiro fazer xixi mais rápido do que o Usain Bolt corre 100 metros. Escovar os dentes é um luxo, deixo pra depois. A roupa do marido está meio amarrotada porque ele mesmo teve que passar. Com o tempo ele melhora. Será por isso que está meio carrancudo? Fico pensando que deve ser culpa minha e nos despedimos com um beijo meio seco.

Ajeito os travesseiros, o pote de biscoitos e a garrafa de água no sofá e me recosto com o bebê no colo para tentar descansar um pouco antes que ele acorde outra vez. Será que um dia esse sono vai passar? Mas ele acorda, pontualmente, a cada duas horas. Troco fralda, dou peito, ando em círculos imaginários pela casa até que ele volte a dormir. Isso leva uma hora e meia, o que me deixa apenas meia hora para escolher entre comer ou dormir. E eu sempre escolho dormir. Quando a programação da TV acusa que está na hora do almoço, abro o congelador e pego alguma coisa que minha mãe preparou para uma emergência – o que pra mim é todo dia – e jogo no microondas com apenas uma das mãos. Ufa, ainda bem que esse bebê é magrinho!

Passo a tarde de camisola, amamentando, andando em círculos, cochilando o quanto posso, comendo quando consigo e rezando para o marido chegar logo em casa e eu ter alguém pra conversar. Mas ele chega depois de ter ido ao supermercado e tem outros tipos de declaração de amor para me fazer: como guardar as compras, dar banho no bebê, colocar roupa para lavar, pendurar no varal, passar um pano no chão, fazer janta para nós dois , passar o uniforme para trabalhar no dia seguinte e ainda conversar com a esposa que passou o dia sozinha! Opa, não deu tempo de conversar comigo. Será que é porque esqueci de escovar os dentes? Caramba, acho que ele ainda me ama, mas não tá fácil pra ninguém!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s